Sobre a Dedeka     Ver Coleção Outono-Inverno 2018     Ir para Loja Virtual     Moronomundo
 
2018
Junho
Maio
Abril
Março
Fevereiro
Janeiro
2017
2016
2015
2014
2013
2012
2011
2010
2009
 
   
 
 

Brincadeiras para os dias de chuva

 
23/05
Quarta-Feira
 
 



Dia de chuva não é desculpa para ficar sem fazer nada ou só ficar jogando vídeo game e assistindo TV. Na na ni na não! Dá para se divertir muito com brincadeiras simples e criativas que podem ser propostas dentro de casa. Por isso, afastem os móveis e preparem-se para brincar, pois selecionamos algumas brincadeiras super divertidas para os dias chuvosos que vêm aí!

Brincar de massinha

Além de criar as formas e os personagens que as crianças inventarem, a massinha possibilita ensinar a mistura de cores.

Vivo ou morto?
É bem simples! Um participante fica em pé, de frente para o grupo e dá dois comandos: “vivo” – e todos têm de ficar em pé – ou “morto” – quando todos agacham. A diversão fica por conta de quem se atrapalha, erra o comando e sai do jogo. O único participante que sobrar será o vencedor.

Dançar no meio da sala

Dançar faz bem a qualquer um. Exercita o corpo, ensina ritmo e amplia o repertório musical. Coloque uma música bem gostosa e saia dançando com seu filho assim mesmo, no meio da sala.

Chef de cozinha

Chuva pede um bolinho, um biscoito, um chocolate quente. Qualquer receita vale se a ideia for invadir a cozinha e compartilhar potes, panelas, assadeiras. Deixe o seu pequeno provar as misturas, espalhar açúcar, farinha e outros ingredientes na bancada. Um pouco de bagunça às vezes faz bem. Junte-se ao seu filho e seja um pouco criança, divirta-se com ele!

Telefone sem fio

Brincadeira coletiva que desenvolve a audição, a concentração, a oralidade e a memória. O primeiro da fila cochicha no ouvido do amigo mais próximo uma palavra ou frase. Este faz o mesmo com o seguinte, e assim por diante. O último diz em voz alta o que entendeu. A graça está aí: geralmente é bem diferente daquilo que o primeiro falou.

Imitar bichos para outros adivinharem

A partir das observações da natureza feitas durante passeios ao ar livre, as crianças já conseguem imitar bichos. Aproveite para usar essa capacidade e brincar de mímica.

Jogo da velha

Passatempo mais simples e fácil, impossível. A dupla de jogadores só precisa de uma folha de papel e dois lápis.nO "tabuleiro" é composto por três linhas e três colunas. Uma pessoa marca com "X", outra com "O", alternadamente, nos espaços vazios. O objetivo é conseguir três "O" ou três "X" em linha horizontal, vertical ou diagonal e, ao mesmo tempo, impedir o adversário de ganhar na próxima jogada.

E você? Como passa o tempo em casa com o seu filho em dias de chuva?
Tem alguma brincadeira para compartilhar com a gente?


 
Comentar 0 comentário(s) Enviar
Twitter
 
 
 

Benefícios do convívio das crianças com os pets

 
09/05
Quarta-Feira
 




Quem nunca suspirou ao ver vídeos de bebês brincando com bichos de estimação? Principalmente se você já é mãe ou está prestes a ter um filho, é quase impossível aguentar tanta fofura. Além de promover o estreitamento de vínculos e de favorecer o surgimento de valores que serão levados para toda a vida, como companheirismo, amizade e respeito, crescer com pets traz inúmeros benefícios para a saúde do pequeno. Confira abaixo alguns deles:

- Desenvolvimento: a companhia de um cão ou um gato durante os primeiros anos de vida faz com que as crianças sejam mais tranquilas e seguras de si. Além disso, os pequenos geralmente sofrem menos estresse, fazem mais atividade física e são mais felizes.

- Diminui doenças: ainda que muitos pais temam pela saúde dos filhos quando eles entram em contato com o animal da família, a verdade é que se trata da melhor maneira de desenvolver e reforçar seus sistemas imunológicos. Isso porque são expostos desde cedo a certos vírus e bactérias procedentes do animais, e assim o organismo produz seus próprios anticorpos para se defender. E não se preocupe com os pelos do cão ou do gato no chão, pois eles podem ser positivos, já que reduz em até 50% as possibilidades de que a criança sofra de alergias no futuro.

- Primeiro amigo: o animal se torna o primeiro melhor amigo da vida. Com ele, os pequenos realizam todo tipo de travessuras, compartilham brincadeiras e também cuidam um do outro

- Responsabilidade: quando as crianças estão um pouco maiores, a partir dos seis anos de idade, elas começam a entender que os pets são seres vivos com sentimentos. Esse é o momento ideal para pedir que elas ajudem a cuidar do pet. Algumas das tarefas em que elas podem participar são: dar comida ou bebida ao animal, ir junto no passeio diário, juntar os brinquedos, cuidar deles em viagens de carro e, até mesmo, ensiná-los algum truque novo. E lembre-se: é importante que desde cedo os pais ensinem a criança que os bichinhos não são brinquedos!

- Empatia:
os pequenos que têm pets são mais companheiros, se dão melhor com outras pessoas de sua idade, são menos agressivos e sabem como se comunicar.

E você, o que acha da ideia de adotar um amigão para o seu pequeno ou pequena? Compartilhe sua opinião com a gente! 🙂
 
Comentar 0 comentário(s) Enviar
Twitter
 
 
 

Eu faço suas roupas!

 
02/05
Quarta-Feira
 
  
  
  

Você já parou pra se perguntar como foi feita a peça que o seu filho, seu sobrinho, seu neto vestem?
Por trás de cada roupa existe uma história. E ela inicia bem antes de chegar até você.

Aqui na Dedeka, ela começa como uma ideia, cheia de energia positiva, e passa por várias etapas até se transformar no produto super fofo que você recebe.
E isso só é possível porque várias pessoas tiveram uma participação importante em cada processo.

Inspirados no movimento Fashion Revolution, que quer conscientizar sobre o verdadeiro custo da moda e seu impacto, a Dedeka apresenta algumas dessas pessoas que confeccionam nossos produtos com muito amor e cuidado. E que são as responsáveis também pelas boas vibrações que vão junto com a peça que veste os pequenos. ❤️

Clique sobre cada foto para saber mais sobre estas peças! 
 

 
Comentar 0 comentário(s) Enviar
Twitter